FANDOM


Cyril O'Reily
Cyril O'Reily
Temporada(s)
2 | 3 | 4.1 | 4.2 | 5 | 6
Primeira aparição
Última aparição
Apareceu em
Também conhecido como
Status
Morto
Condenação
1° de julho de 1998 por homicídio qualificado. Pena de prisão perpétua com direito a condicional em 60 anos
Morte
Executado por eletrocutamento pelo Estado
Aliança
Família
Seamus O'Reily (pai), Tessie O'Reily (mãe), Brenda O'Reily (tia), Ryan O'Reily (meio-irmão), Carolyn O'Reily (irmã), Shannon O'Reily (cunhada)
Interpretado por


Cyril O'Reily (prisioneiro 98P284) é um personagem de Oz interpretado por Scott William Winters.

BiografiaEditar

Filho de Seamus e Tessie O'Reily, Cyril cresceu com seu meio-irmão Ryan, fazendo parte de sua gangue de infratores. Após Ryan transar durante um velório da Máfia Italiana, os irmãos entraram em uma briga com os italianos, o que resultou em Cyril sendo nocauteado. A lesão fez com que ele revertesse sua mente a de uma criança de cinco anos.

Preso em Oz, Ryan se apaixonou pela médica Gloria Nathan e comandou Cyril para que ele assassinasse o marido de Gloria.

Prisioneiro 98P284, Cyril O'Reily. Condenado em 1° de julho de 1998 por homicídio qualificado. Pena de prisão perpétua com direito a condicional em 60 anos.

Segunda temporadaEditar

Condenado pelo assassinato de Preston Nathan, Cyril foi mandado para Oz e locado na Unidade B, onde foi imediatamente enganado e estuprado por Vernon Schillinger e pela Irmandade Ariana. Ao saber disso, Ryan, no refeitório, ordenou que Cyril lhe batesse para que fosse mandado para a solitária, ficando distante dos arianos. Ryan tentou negociar com Tim McManus e Gloria Nathan a transferência de Cyril para Emerald City em troca de doar sangue para Eugene Rivera, mas eles só aceitaram o acordo quando ele confessasse sua parte na morte de Preston.

Terceira temporadaEditar

Em Emerald City, Cyril passou a ter pesadelos sobre seu estupro, o que incentivou Ryan a usar Jaz Hoyt contra Schillinger. Sozinho no refeitório, Cyril acaba brigando com o ariano James Robson e é mandado novamente para a solitária.

Ryan, então, inscreveu Cyril no torneio de boxe, o treinando com a ajuda de Sean Murphy. Na primeira rodada, Cyril nocauteou Robson após Ryan drogar a água do ariano. Sob a influência de William Cudney, Cyril decidiu parar de lutar. No entanto, Ryan espancou o evangélico e o forçou a permitir que seu irmão permanecesse no torneio. Na rodada seguinte, Cyril derrotou Chucky Pancamo após Ryan colocar heroína em sua água. Para a final, após ser flagrado por Murphy tentando drogar a água de Hamid Khan, Ryan arranjou uma visita entre Cyril e seu pai, Seamus. Durante a visita, Seamus xingou a mãe de Cyril e lhe estapeou. Durante a luta contra Khan, Cyril imaginou que o oponente era seu pai e o nocauteou, vencendo o torneio e lhe causando trauma cerebral. Zangado por ter ferido Khan, Cyril atacou Ryan.

Quarta temporada - Parte 1Editar

Tendo pesadelos pelas mortes de Preston Nathan e Hamid Khan, Cyril passa a participar de sessões de interação com os pais de Preston. Logo depois, Mondo Browne e Leroy Tidd tentam estuprá-lo. Ele ataca os dois e, para ser contido, é amarrado e toma calmantes. Dias depois, ele tem uma overdose de remédios. Ele percebeu o relacionamento de Ryan com Claire Howell, o que levou Ryan a mentir para a Irmã Peter Marie Reimondo e para o padre Ray Mukada, dizendo que Cyril estava tendo alucinações.

Quarta temporada - Parte 2Editar

O repórter Jack Eldridge foi a Oz para uma reportagem televisiva sobre a vida na cadeia. Ao lembrar-se que havia feito uma reportagem sobre gangues de rua e entrevistado os irmãos O'Reily anos antes, Eldridge decidiu passar a noite em uma cela com Cyril. Ao se recordar da reportagem com Eldridge e da maneira com que ele os fez parecer delinquentes e acreditando que a tristeza resultante disso fez sua mãe ter câncer e morrer, Cyril atacou Eldridge.

Após uma nova crise de fúria de Cyril durante uma discussão com Fred Wick, Ryan decidiu que ele e o irmão deveriam participar dos testes com remédios que envelheceriam prisioneiros e os libertariam, ao invés de cumprir o restante da pena. As drogas fazem efeito em Cyril, cujos cabelos começam a ficar brancos. No entanto, após a morte de Wick, os testes foram encerrados.

Após quase sofrer um abuso de Claire Howell, Cyril novamente se descontrolou. Sean Murphy, então, sugeriu que Cyril fosse transferido para o Instituto Connelly. Logo depois, os O'Reily descobriram ser meio-irmãos, com Suzanne Fitzgerald sendo a mãe de Ryan. Durante uma briga entre Jia Kenmin e os O'Reily no ginásio, Cyril socou Jia, o que o colocou em coma. A direção de Oz decidiu colocar Cyril em custódia, onde ficou amigo de Henry Stanton. Para impedir que Howell assediasse Cyril, Ryan pagou Alvin Yood para empurrá-la da escada, o que lhe quebrou a bacia.

Quinta temporadaEditar

Para impedir a amizade de Cyril e Stanton e se livrar das acusações pelo assassinato de Patrick Keenan, Ryan orquestrou um plano que incriminava Stanton e Martin Montgomery.

Com o retorno de Kenmin para Oz, ele passou a participar das sessões de interação com vítima com os O'Reily. Com Kenmin e Li Chen ameaçando Suzanne Fitzgerald, uma briga acontece entre os irmãos e os chineses, o que resulta em Cyril esfaqueando Chen e sendo mandado para a solitária, onde, escontrolado, atacou o guarda Vic D'Agnasti. Ao saber que Cyril estava tendo problemas de comportamento durante o próprio julgamento, a Irmã Peter Marie lhe deu um fantoche de meia chamado Jericó, para quem Cyril deveria sussurrar seus pensamentos. Ele foi julgado culpado e condenado à morte.

Sexta temporadaEditar

Não Vejam o Mal, Não Ouçam o Mal, Não Cheirem o Mal

Cyril com o fantoche Jericó e os outros prisioneiros no Corredor da Morte em 2003.

O advogado de Cyril, Arnold Zelman, afirmou que o Estado apenas considerava deficientes mentais aqueles que apresentaram sintomas antes dos 18 anos e que, por conta disso, Cyril não teria como usar isso em um apelo.

Após perceber que a consciência violenta de Cyril se manifestava no fantoche Jericó, a Irmã Peter Marie o pediu de volta. Cyril respondeu atacando a freira, sendo controlado por jatos d'água. O governador James Devlin, então, autorizou o uso de eletrochoques para controlar Cyril. Ryan, então, escolheu a cadeira elétrica como forma de execução, por se parecer com uma sessão de eletrochoques. Jahfree Neema organizou um protesto dos presos contra a execução de Cyril e, no último minuto, Zelman conseguiu um adiamento. Após o pai de Cyril, Seamus, ser mandado para Oz e se recusar a ver o filho, Cyril foi executado.

ApariçõesEditar

Cyril O'Reily apareceu em 45 episódios de Oz.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.