Fandom

Oz Wiki

Diane Wittlesey

781 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar
Diane Wittlesey
Diane Wittlesey
Temporada(s)
1 | 2 | 3 | 4.1
Primeira aparição
Última aparição
Apareceu em
Também conhecido como
Status
Viva
Condenação
-
Morte
(-)
Família
Didi Wittlesey (filha), mãe
Interpretado por


Diane Wittlesey é uma personagem de Oz interpretada por Edie Falco.

BiografiaEditar

Primeira temporadaEditar

Guarda-chefe de Emerald City, Wittlesey conversou com Bob Rebadow sobre como Tobias Beecher passara a se portar após ser transferido para a cela de Vernon Schillinger. Ela, então, o convenceu a agendar uma visita conjugal com sua esposa Genevieve.

Wittlesey passou a se relacionar com o diretor de City, Tim McManus, transando com ele durante a execução de Jefferson Keane. Ao mesmo tempo em que criou um relacionamento com Wittlesey, McManus passou a criticar o trabalho dos guardas de City, ineficazes no combate do tráfico.

Wittlesey passou a traficar cigarros para o prisioneiro Scott Ross, membro da gangue de seu ex-marido, para poder ajudar financeiramente sua filha e mãe doente. Ao perceber o crime, McManus decide não demiti-la, mas a obriga a encerrar as transações, o que Diane tenta fazer, sem sucesso por Ross ameaçar delatá-la ao diretor de Oz, Leo Glynn.

Durante a rebelião de Emerald City de 1997, Wittlesey é feita refém com McManus, os guardas Hunt, Armstrong, Nowakowski, Mineo e D'Agnasti e o padre Ray Mukada. Quando a invasão do pavilhão pela equipe da SORT é autorizada, Wittlesey e os outros reféns são amordaçados e amarrados, sendo colocados na linha de frente da invasão como escudo. Durante a invasão, Ross conseguiu a arma de Kareem Said, a utilizando para balear McManus. Em retaliação, Wittlesey pegou a arma do guarda Rick Heim, dando três tiros em Ross.

Segunda temporadaEditar

Com um inquérito instaurado para investigar a rebelião, Wittlesey é entrevistada por Alvah Case, que passa a desconfiar de sua participação na morte de Ross. Ryan O'Reily, então, dá uma dica a Case, dizendo que Ross e Diane se conheciam fora de Oz. Enquanto isso, Schillinger chantageia Wittlesey, dizendo ter visto o assassinato de Ross e pedindo ajuda em seu pedido de condicional. Durante a investigação, Case descobre que Ross atirou em McManus e, após ouvir uma confissão de Wittlesey sobre a morte de Ross, decide não acusá-la, eximindo qualquer um da culpa do que aconteceu durante a rebelião.

Sabendo dos problemas financeiros de Wittlesey, Schillinger lhe oferece dois mil dólares para assassinar Beecher. Ela aceita o acordo, mas arma uma armadilha para Schillinger, gravando uma conversa e o acusando de conspiração para cometer homicídio e estragando suas chances de condicional. Mais tarde, ela descobre que Beecher conseguia se embebedar em sua cela, o levando a McManus.

A relação de Diane e McManus passa por problemas, já que ele desconfia que Wittlesey matou Ross. Ele comenta suas preocupações com Heim, que repassa a informação à Diane. Ela, por sua vez, confessa ao parceiro que matou Ross. No processo do Estado contra Schillinger, McManus aceita os pedidos de Wittlesey e não a implica na morte de Ross. Culpado pela mentira, McManus pede que Diane deixe Emerald City. Ela o faz, se transferindo para a Unidade B. Karl Metzger assume sua posição de guarda-chefe em City.

Terceira temporadaEditar

McManus passa a se relacionar com a nova guarda Claire Howell. Possessiva, Howell o ataca fisicamente após ele consolar Diane pela morte de sua mãe. Após a briga, Howell processou McManus por assédio sexual. Diferente de Gloria Nathan, Wittlesey aceitaria testemunhar a favor de McManus.

Amiga do padre Mukada, foi a Wittlesey quem Mukada falou sobre suas preocupações envolvendo o depoimento de William Giles que implicava Glynn na morte de Samuel Hughes, pai do ineficiente guarda Clayton Hughes. Ao tentar separar uma briga entre Ryan O'Reily e outro prisioneiro, Clayton acabou acertando Diane na cabeça com um cacetete. Para enfurecer Howell, que zombava dela e McManus, Diane beija Tim McManus. Após mais provocações de Howell, Wittlesey a atacou fisicamente.

Com a tensão racial novamente dominando Emerald City, Wittlesey anuncia que pedirá férias e, caso não lhe permitam, pedirá demissão.

Quarta temporada - parte 1Editar

Diane não retornou após suas férias na Inglaterra. McManus foi avisado pela Irmã Peter Marie que Diane se casaria com um guarda-real inglês e não voltaria. Mais tarde, McManus recebeu uma carta de Wittlesey, mas a queimou. Ela tentou telefoná-lo, mas ele novamente ignorou.

ApariçõesEditar

Diane Wittlesey apareceu em 23 episódios de Oz.

PredefiniçõesEditar

Funcionários de Oz
Administração
Carlton AuerbackLenny BurruanoStella CoffoDonna DegenhartSuzanne FitzgeraldLeo GlynnAlicia HindenHoltMartin QuernsTim McManusFloria MillsRay MukadaIrmã Peter Marie ReimondoSarah
Guardas
Jason ArmstrongDave BrassRoger BreseVic D'AgnastiMike HealyRick HeimJoseph HowardClaire HowellClayton HughesSamuel HughesEdward HuntAdrian JohnsonKeatingLeugersLen LoprestiKarl MetzgerJoseph MineoSean MurphyAnthony NowakowskiAndrea PhelanEugene RiveraTom RobinsonSchwartzmyreLawrence SmithTravis SmithVogelsangDiane WittleseyGordon Wood
Hospital
Tariq FarajFrederick GarveyCarol GraceJessica KirkDr. KochurnGloria NathanDr. Prestopnik
Comissão de Condicional
Steve DawkinsLuis RuizSra. Sommers
Escritório do Governador
AxelrodSam BurlinghallAlvah CaseJames DevlinComissário DouglasFrank FeeleyPerry LoftusEleanor O’ConnorWendy Schultz

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória