Fandom

Oz Wiki

Kareem Said

781 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar
Kareem Said
Kareem Said
Temporada(s)
1 | 2 | 3 | 4.1 | 4.2 | 5 | 6
Primeira aparição
Última aparição
Apareceu em
Também conhecido como
Goodson Truman
Status
Morto
Condenação

6 de junho de 1997 por incêndio criminoso. Pena de 18 anos, com direito a condicional em 5
Morte
Baleado por Lemuel Idzik
Aliança
Família
Interpretado por


Kareem Said (nascido "Goodson Truman") (prisioneiro 97S444) é um personagem de Oz interpretado por Eamonn Walker.

BiografiaEditar

Goodson Truman veio de uma família protestante - sua irmã era pastora. Sempre rebelde, Truman era viciado em drogas e se tornou noivo da promotora branca Marilyn Crenshaw, sob protestos da família. Truman viajou o mundo, em lugares como Istambul (onde conheceu Lemuel Idzik) e, nessa viagem, se tornou muçulmano, abdicando dos vícios e do próprio nome, se tornando Kareem Said.

Agora estudioso e alto crítico do racismo e imperialismo do Estado, Said se tornou um militante, publicando diversos livros. Em um ato de protesto, incendiou e explodiu o galpão de um homem branco, sendo condenado.

Prisioneiro 97S444, Kareem Said (nascido Goodson Truman). Condenado em 6 de junho de 1997 por incêndio criminoso. Pena de 18 anos, com direito a condicional em 5.

Primeira temporadaEditar

Logo que chegou a Emerald City, Said mostrou ao diretor Leo Glynn e ao diretor de City, Tim McManus, que estaria disposto a realizar uma rebelião, já que teria o controle dos presos: um número muito maior do que a proporção de guardas. O líder muçulmano passou a fazer pregações e conversões em City, o que irritou o líder negro traficante Jefferson Keane, que o ameaçou por sua política antidrogas. Para provar a devoção muçulmana, Said obrigou outro muçulmano a socá-lo no rosto. Isso criou uma relação de respeito entre Said e Keane, com o primeiro intervindo ao diretor para que Jefferson pudesse se casar. No entanto, Said passou a oprimir os impulsos de Keane, lentamente o convertendo ao islamismo, o renomeando "Tizi Ouzou" e o fazendo abdicar do poder. Uma emboscada de Ryan O'Reily e Mike Healy acabou forçando Ouzou a matar Julio Martinez, sendo condenado à morte. Ao assistir à entrevista da mãe de Martinez acusando Keane e exigindo sua execução, Said sofreu um ataque cardíaco devido a sua pressão alta, mas se recusou a tomar remédios.
Visitas Conjugais.png

Said e Keane

McManus e a Irmã Pete pediram a Said ajuda para parar o tráfico de drogas, mas o líder muçulmano se recusou a se aliar à direção de Oz. O militante Huseni Mershah foi mandado para Oz, sendo o novo companheiro de cela de Said, reinvidicando uma militância mais violenta dos muçulmanos e questionando a liderança de Said. Durante a noite, Said sofreu um novo ataque cardíaco, mas Mershah se recusou a ajudá-lo, se aproveitando para tentar assumir a liderança do grupo. Recuperado e aceitando tomar remédios, Said retornou à City e expulsou Mershah da congregação, o que o levou ao suicídio.

Um Jogo de Damas.jpg

Said comandado a rebelião

Isso levou Said a procurar o jornalista Rick Donn sobre as condições dos prisioneiros de Oz, o que criou uma rivalidade entre Glynn e Said. O diretor proibiu o uso de toucas e tapetes de oração. Em resposta, Said organizou os presos para realizar um protesto durante um discurso do diretor no refeitório. Mais tarde, ele ganhou um revólver do guarda muçulmano Gordon Wood. Após uma briga, Said viu a chance perfeita e iniciou a Rebelião de Emerald City de 1997, formando um conselho com Ryan O'Reily, Scott Ross, Miguel Alvarez e Simon Adebisi. Said comandou o motim até a invasão da SORT, que causou a morte de seis pessoas.

Segunda temporadaEditar

Mandado para a solitária com os outros líderes da rebelião, Said se recusou a cooperar com a investigação de Alvah Case. Com a reabertura de City, Said foi um dos quatro muçulmanos autorizados a habitar a unidade, ao lado de Zahir Arif, Nasim Bismilla e Sanjay Afsana, se recusando, no entanto, a participar do conselho de prisioneiros. Após publicar um livro sobre a rebelião, Said decidiu usar o sistema legal contra o próprio Estado, ajudando, sem sucesso, Augustus Hill em seu apelo.

Said passou a tentar ajudar o Poeta a se livrar das drogas e pressionou seus editores, que conseguiram que Poeta tivesse uma nova audiência de condicional e fosse libertado. Com a perspectiva de se mostrar como um homem sem preconceitos, Said decidiu pensar sobre uma proposta de representação legal de Vernon Schillinger. Tal possível aliança levou a confrontos internos entre ambos os muçulmanos e os arianos. Said, no entanto, decidiu abandonar o caso. Depois, o líder viu em Jiggy Walker uma chance de confrontar o governador James Devlin, já que o prisioneiro dizia ter vendido drogas ao político. Said o levou à imprensa, mas ele acabou confessando a mentira. Depois, Said tentou impedir um depressivo Tobias Beecher de voltar ao vício do álcool, sem sucesso. O Poeta comete um novo crime e é mandado de volta para Oz. O governador, na época do Ramadã, decide libertar por clemência um prisioneiro muçulmano e Said é o escolhido. No entanto, durante a coletiva de imprensa, se recusou a ser libertado.

Terceira temporadaEditar

Said decidiu processar o Estado pelas mortes na rebelião, contatando a irmã de Scott Ross, Tricia. Ela, no entanto, se recusou a se unir ao processo. O fato fez com que Schillinger zombasse de Said, lhe dizendo apaixonado por uma mulher branca. Ele, então, aconselhou Augustus Hill a delatar os crimes confessados por Malcolm Coyle e convenceu Schillinger, Chico Guerra e Antonio Nappa a proteger Augustus de uma possível represália dos negros.

Após um novo encontro com Tricia, que lhe pediu aconselhamento espiritual, Said passou a ser pressionado pelos muçulmanos, que não aprovaram o relacionamento entre os dois. Para provar sua pureza, Said queimou uma foto de Tricia e pediu à McManus que realizasse suas refeições na sua cela, por jejum. O diretor de City se negou, o que levou Said a ordenar uma greve de fome entre os muçulmanos. A pressão do advogado de Said, Arnold Zelman, fez com que Glynn e McManus acatassem as exigências do líder muçulmano, deixando-lhe realizar seu jejum. Sua irmã, a Pastora Truman, lhe visitou, o pressionando contra seu relacionamento com Tricia. Em vingança pela derrota dos negros pelos muçulmanos no Torneio de Boxe de 1999, o Poeta recitou um poema no refeitório, ridicularizando o líder muçulmano. Além disso, Zahir Arif e Hamid Khan passaram a também pressionar Said para que ele parasse de se encontrar com Tricia, chegando a ameaçá-la.

Deprimido por sua participação na morte de Andrew Schillinger, Beecher buscou Said para que ele lhe ensinasse sobre o islamismo. Irritados por aceitar um branco no grupo, Khan e Arif expulsaram Said da congregação, com Khan assumindo a liderança. Said, então, foi movido para a cela de Beecher. Dias depois, Adebisi ofereceu à Said um lugar em seu grupo, mas o ex-líder muçulmano recusou. Aconselhando Beecher a perdoar Chris Keller e Schillinger, Said se apresentou à Emerald City como um pecador, perdoando Khan. Uma grande briga aconteceu no ginásio, entre arianos e muçulmanos, que acabou com Said, Khan e Keller na solitária e Schillinger e Beecher esfaqueados. Racista, o guarda Len Lopresti jogou um rato na cela de Said na solitária. O muçulmano foi mordido, mas matou o animal. A tensão racial cresceu e Said alertou Beecher que algo aconteceria.

Quarta temporada - Parte 1Editar

Logo, Said e Beecher se desentenderam pela sexualidade de Tobias. Ele decide novamente recusar a relação com Tricia Ross e decide depôr no julgamento do processo dos presos da rebelião contra o Estado. No entanto, Said se recusou a depôr com roupas de prisioneiro, o que atrasou o julgamento. Beecher o acusou de querer perder o processo e testemunhou em seu lugar.

O prisioneiro homossexual Jason Cramer descobriu que um jurado preconceituoso em seu julgamento influenciou o andamento do processo, pedindo ajuda à Said. O muçulmano também decidiu influenciar na escolha do novo diretor de Emerald City: ofereceu apoio de diversos líderes comunitários à campanha de vice-governador de Glynn caso ele escolhesse um homem negro para o cargo. Tanto o processo contra o Estado quanto o novo julgamento de Cramer tiveram Said como vitorioso: enquanto Cramer foi libertado, Tricia pegou o dinheiro e decidiu se mudar. No entanto, antes do julgamento de Cramer, Said abandonou o caso.

Com Martin Querns no comando de City, Adebisi novamente ofereceu a Said uma aliança, dizendo que mudanças ocorreriam na unidade, mas novamente Said recusou a oferta. Querns passou a transferir os prisioneiros brancos da unidade e dar à Adebisi regalias, como uma cortina em sua cela. Said pressionou Querns, sem sucesso, e depois foi ao novo líder muçulmano, Arif, o pressionando a se revoltar contra Querns. Após uma nova separação entre Beecher e Keller, Said flagrou e reprendeeu Beecher, ao vê-lo transando com Nate Shemin. Mais tarde, Said percebeu que Beecher havia ordenado a morte de Hank Schillinger, o aconselhando. Beecher se arrependeu e tentou reverter a ordem, sem sucesso.

Aposte Sua Vida.png

Adebisi é morto

Kareem Said finalmente voltou a liderar os muçulmanos e decidiu detronar Querns e Adebisi, se unindo à McManus. Como parte de um plano, Said finalmente aceitou as ofertas de Adebisi, se unindo a ele e renegando o islamismo. Com a ajuda do Poeta, Said descobriu que Adebisi gravava em vídeos suas festas. Ele conseguiu se transferir para a cela de Adebisi, que o flagrou procurando as fitas. Adebisi as ofereceu a ele como um teste de confiança. Said as entregou a Glynn, que demitiu Querns e transferiu Adebisi de City. Antes de deixar a unidade, Adebisi atacou Said em sua cela. Uma luta aconteceu e Said acabou esfaqueando Adebisi, o matando.

Quarta temporada - Parte 2Editar

Inocentado da acusação de homicídio, Said aceitou conceder uma entrevista à Jack Eldridge, explicando sobre as condições em Oz. No entanto, o repórter disparou acusações sobre a morte de Adebisi, o que irritou o líder muçulmano. Companheiro de Adebisi, Leroy Tidd, buscando vingança, ofereceu aos arianos a morte de Said, tentando convencer o líder muçulmano a aceitá-lo no grupo para, assim, matá-lo. Depois de muitas recusas, Tidd foi aceito no grupo, após forjar defender Arif de um ataque ariano. A missão de Tidd se mostrou difícil, já que passou a aceitar a fé islâmica e se importar com Said. Com remorso, Tidd confessou seu plano à Said, que disse já saber do plano desde o início. No refeitório, Carl Jenkins tentou esfaquear Said, que foi defendido por Tidd, morrendo em seu lugar.

A Novasca.png

Tidd protegendo Said

Sem provas, Glynn e McManus não podem acusar James Robson pelo assassinato. Said, então, falou com Jeremiah Cloutier, que falou com Jenkins, que resolveu acusar Robson. Uma grande disputa entre os arianos e os muçulmanos começou, com Said se envolvendo violentamente em ataques contra Robson e Schillinger, os esfaqueando e sendo mandado para a solitária.

Quinta temporadaEditar

Após recusar um defensor público em seu julgamento por tentativa de homicídio, Said voltou a atacar os arianos após ser zombado com um pacote de fezes. Para contar a ira de Said, a Irmã Pete decidiu realizar uma sessão de interação entre o muçulmano, Schillinger e Beecher. A raiva de Said não diminuiu e ele a descontou no jovem muçulmano Ahmad Lalar o atacando ao vê-lo comer um pedaço de pão durante a oração. Para controlar o comportamento destrutivo de Said, McManus decidiu o transformar no responsável pelo encrenqueiro Omar White, os fazendo dividir a cela.

Autoritário, Said proibiu White de se encontrar com o Poeta ou com outros traficantes. O líder muçulmano decidiu encontrar um hobbie para White, o inscrevendo nas aulas de canto de Suzanne Fitzgerald. Com a possibilidade de Adam Guenzel ser atacado pelos arianos, Beecher pediu a Said proteção, mas ele se negou. Said conseguiu fazer com que White se concentrasse no canto e ficasse fora de disputas e drogas. No entanto, a prática do canto incomodava tanto a Said quanto aos outros prisioneiros, o que levou McManus a ceder uma saleta para que White praticasse. No entanto, White foi obrigado por Burr Redding a traficar para Reggie Rawls da sala. Logo, Lalar foi morto por Robson, que levou à White a ideia de que Said o estava escravizando, gerando, assim, um conflito entre os dois.O muçulmano flagrou White traficando, o espancando e sendo mandado para a solitária, onde resolveu ficar para refletir.

Após uma longa reflexão, Said deixou a solitária e admitiu seus erros à White, se desculpando. Arif e os outros muçulmanos, que já haviam se mostrado infelizes com o relacionamento entre Said e White, pressionam o líder, que novamente admitiu seus erros movidos pelo orgulho e admite que tratava os novos muçulmanos como escravos. Após a morte de Guenzel, Said aconselhou Beecher a não ver Keller como uma autopunição.

O motoqueiro Wolfgang Cutler é mandado para a Unidade B e, para se juntar à Irmandade Ariana, decide matar Said. O cristão Samuel Gougeon ouviu a conversa e contou a White, que tentou convencer Cutler a desistir, sem sucesso. Assim, o enforcando. Arrependido, White conseguiu ressuscitar o motoqueiro.

Sexta temporadaEditar

Seis meses após o assassinato de Augustus Hill, McManus abriu uma caixa deixada pelo mesmo, conforme o testamento. Lá jaziam as memórias de Hill, que Said decidiu publicar. Redding, no entanto, não se importou e se afastou de todos, inclusive de sua gangue. Said aconselhou Redding a liderar sua gangue, os tirando das drogas para não perdê-los como Augustus.

Sonata da Oz.png

Said convence os muçulmanos a imprimir o livro de Augustus

A vontade de publicar as memórias de Augustus parecia não poder se concretizar, já que os editores de Said se negaram a realizar o trabalho pelo preço. Assim, Said decidiu abrir seu próprio negócio em Oz, onde encadernaria os livros e pagaria de seu bolso até que viessem os lucros. Said recebeu a visita de Lemuel Idzik, a quem não reconheceu. Idzik posou de repórter e baleou Said, o matando. A justificativa seria de que, quando se encontraram em um café de Istambul, Said lhe contara sobre o fim do universo, o fazendo de modo jocoso, o que o matou por dentro.

ApariçõesEditar

Kareem Said apareceu em 51 episódios de Oz.

Prisioneiros de Oz
El Norte
Miguel AlvarezLouis BevilaquaPedro CalderonChico GuerraRaoul "El Cid" HernandezCarlos MartinezJulio MartinezEnrique MoralesCarlo RicardoCarlos RodrigoEmilio SanchezJose TorresJorge VargasJorge VasquezJaime Velez
Gays
AnthonyJason CramerDowningRobbie GerthNat GinzburgRichie HanlonBillie KeaneTony MastersPinkertonNate SheminSteinAlonzo TorquemadaFiona Zonioni
Homeboys
96A586Simon AdebisiCurtis BennettCecil BrandMondo Browne95C136Malcolm Coyle, o CobraTug DanielsFarai GyrobileVan HarrisArnold Jackson, o PoetaJefferson KeaneKevin Ketchum, Alá SupremoPaul MarkstromKenaniah MaxwellDesmond MobayJunior PierceJohnny Post88R226Reggie RawlsBurr ReddingLeroy TiddJackson VahueKenny WanglerOmar WhiteWolf
Irlandeses
Padraig ConnollyPatrick KeenanTimmy KirkLiam MeaneyDaniel MeehanCyril O'ReilyRyan O'ReilySeamus O'ReilyGlen Shupe
Irmandade Ariana
?7D89996A583AndenaurWolfgang Cutler98F741Carl JenkinsWilson LoewenMark MackMark Miles97R492James RobsonAndy SchillingerVernon SchillingerSkezzFred WickFranklin Winthrop
Máfia Italiana
Joey D'AngeloSalvatore DeSantoJenbroAntonio NappaDino OrtolaniOttovinoChucky PancamoPellicanoRicattaNino SchibettaPeter SchibettaMario SeggioFrank UrbanoZanghi
Motoqueiros
BlakelyJim BurnsWolfgang CutlerGunner F.HenkeJaz HoytJarvisFrank ManhardtSteve PasquinScott RossMax SandsSimpson
Muçulmanos
Sanjay AfsanaAhmadZahir ArifNasim BismillaHamid KhanAhmad LalarHuseni MershahTizi OuzouKareem SaidSalah YudinJamal Yusef
Os Outros
88A25899A696Eduardo AlvarezRicardo AlvarezRonald BarlogJohn BasilTobias BeecherShirley BellingerRon BibiWilly BrandtStanley BukowskiAgamemnon Busmalis03C389Moses DeyellEugene DobbinsRalph GalinoCoronel Edward GalsonWilliam GilesBruno GoergenDonald GrovesAdam GuenzelAugustus HillClayton HughesLemuel Idzik03J471Kipekemie Jara03K288Jia KenminChris KellerLionel KelschYuri KosyginLi ChenRichard L'ItalienMcCollumMartin MontgomeryWhitney MunsonJahfree Neema97O496Greg PendersRonald PokewaldtBob RebadowPablo RosaAndy SchillingerSeranClarence SeroyRobert SippelNikolai StanislofskyHenry StantonWarren Sticks75T768Guillaume TarrantTyrellAlexander VogelJiggy WalkerA.R. WhitworthLou WrathAlvin YoodEli Zabitz
Protestantes
Luis BattistaJim BurnsJeremiah CloutierJonathan CoushaineWilliam CudneySamuel GougeonHardenTimmy KirkSchirnerVincent

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória